Governo libera emenda de R$ 500 mil de Jair Farias para implantação do curso de Medicina no Bico do

Por Marcia Alves
15/10/2020 20h53 - Publicado há 12 dias
É uma alegria muito grande poder contribuir com a educação do ensino superior do Bico do Papagaio
É uma alegria muito grande poder contribuir com a educação do ensino superior do Bico do Papagaio
Arquivo / HD

A implantação do curso de Medicina da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), em Augustinópolis, região do Bico do Papagaio, começa a tornar-se realidade. Nesta quarta-feira, dia 14, o governador Mauro Carlesse (DEM), assinou a liberação das emendas parlamentares, destinadas à estruturação e à compra de equipamentos utilizados para implantação do curso, quando recebeu o Projeto Pedagógico do Curso (PPC).

Do total de R$ 2,5 milhões em emendas liberadas, R$ 500 mil foram emendas do deputado estadual Jair Farias (MDB). “É uma alegria muito grande poder contribuir com a educação do ensino superior do Bico do Papagaio, tenho certeza que o curso de Medicina dará um grande impulso no desenvolvimento do Bico do Papagaio, ao ofertar um curso tão cobiçado de forma gratuita para atender as famílias da nossa região”, destacou. “A implantação do curso de Medicina no Bico do Papagaio vai evitar que os nossos estudantes precisem deixar suas casas para estudar em outros estados, tendo que arcar com os custos de moradia e alimentação”, ressaltou o parlamentar.

“Esse é um momento histórico e de comemoração, meus agradecimentos ao governador Carlesse pela liberação das emendas, fato que marca o começo da implantação do sonhado curso de Medicina em Augustinópolis”, salientou Jair Farias. 

PPC

Conforme o Governo, o próximo passo agora é o Projeto Pedagógico do Curso passar por apreciação do Conselho Estadual de Educação (CEE), para em seguida prosseguir a abertura do curso no campus de Augustinópolis. A partir da autorização, a Gestão Estadual se compromete no provimento de estrutura, pessoal e compartilhamento dos hospitais.

A previsão do reitor da Unitins, Augusto Rezende, é que ainda este ano o Conselho deve liberar o funcionamento do curso. “Temos a expectativa de que em maio de 2021 possamos iniciar a primeira turma do curso de Medicina, oferecendo 40 vagas”, explicou. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
MAIS NOTÍCIAS